Técnicas de costura

Como fazer costura inglesa?

9 Outubro, 2017

Olá costureiros e costureiras!!

Antes de passarmos ao passo-a-passo da costura do bibe que estamos a preparar,  pensei em explicar primeiro algumas da técnicas que iremos utilizar neste projeto.

No post em que falei de como devemos pensar os acabamentos antes de cortar a peça no tecido, mencionei que no projeto do bibe iríamos usar 4 tipos diferentes de acabamento: costura francesa, costura inglesa, viés e bainha dobrada.

Neste projeto DIY da mochila, já aprendemos a fazer a costura francesa, por isso, hoje vamos aprender a fazer a costura inglesa (blog poliglota este :))

A costura inglesa é uma costura de acabamento rebatido. Tal como acontece com a costura francesa, ela é uma costura limpa pois toda a borda da margem de costura fica escondida.

Este tipo de acabamento é muito utilizado para fazer as laterais, ganchos ou palas tanto de saias como calças de ganga. Também nas camisas de alfaiataria podemos encontrar este acabamento tanto nas laterais, como nas cavas ou palas. É normalmente usada em costuras que exijam acabamentos reforçados e duráveis.

Para que a costura inglesa seja feita com facilidade, costumo deixar entre 1,5 cm a 2 cm de margem de costura no molde.

Vamos então iniciar o passo-a-passo da costura inglesa (utilizei um retalho onde se distingue bem o direito do tecido do avesso, para que fique fácil perceber o processo):

1º passo: coser as partes do tecido onde vamos fazer a costura inglesa, avesso com avesso, utilizando a margem de 1,5 cm (se repararem, a máquina de costura costuma ter pequena marcações que nos ajudam a fazer a costura sempre na mesma medida). Depois, abre-se esta costura no ferro de engomar

costura a 1,5 cm

abrir costura no ferro

2º passo: normalmente as costuras são tombadas para trás, por isso cortamos cerca de 1 cm da margem de costura da parte das costas. Aproveitamos que estamos com o ferro quentinho, e dobramos cerca de 0,5 cm da margem da parte da frente.

cortar margem das costas a 1 cm

dobrar 0,5 cm da margem da frente

3º passo: agora só falta virar a margem de costura da parte da frente sobre a margem que sobrou da parte das costas, prender com alfinetes e passar uma costura bem rente a essa margem

fazer pesponto

O resultado final fica assim: por fora duas costuras visíveis

parte de fora

e por dentro apenas um pesponto visível e toda a margem de costura embutida

interior

E desse lado, quem já conhecia a costura inglesa? Costumam usar este tipo de acabamento? Quem não conhecia, gostaram da conhecer esta costura fantástica? Dá um pouco mais de trabalho, mas o resultado final compensa e muito.

Para a próxima, vamos falar um bocadinho de viés e para que serve

Boas costuras

Only registered users can comment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.