As minhas costuras

Costuras de 2017

27 Dezembro, 2017

No início de cada ano, gosto de me propor alguns desafios e como toda a gente, no final desse ano, é altura de fazer um balanço para ver se os mesmos foram cumpridos. Este ano de 2017 foi muito especial,  mas houve muita coisa que não consegui cumprir. Não quero pensar muito nisso, pois tudo tem o seu tempo e acredito que se as coisas não aconteceram quando estavam previstas é porque não tinham de acontecer naquela altura.

Dos vários objectivos pensados, um deles era costurar mais para mim e para oferecer aos outros, deixando assim o consumismo de lado. E no que toca a este objectivo, sinto que o concretizei com sucesso. Este ano fiz pouquíssimas compras de roupa para mim, só mesmo peças necessárias e que não ficam iguais se forem feitas por mim (é o caso das calças de ganga).

Mais peças foram feitas este ano, mas estas, por um ou outro motivo, são as mais especiais.

Assim sendo, deixo-vos com a lista das peças que fiz neste ano de 2017 (desde já lamento a qualidade de algumas fotos, mas o telemóvel é tão mais prático do que a máquina fotográfica):

Janeiro:

Casaco comprido – o ano começou bem com a aventura de fazer um casaco forrado. Deu para perceber a ciência da coisa e para ficar a adorar o resultado das costuras embutidas.

Fevereiro:

Camisa – Como faço anos neste mês, queria fazer uma roupa que fosse diferente do que já tinha feito e então optei por fazer esta camisa um pouco diferente das habituais, decidi colocar botões de pressão.

Março:

Vestido recorte princesa – a minha tia modista tinha-me dado a sua colecção de revistas de molde. Acreditem que tenho revistas da Burda de 1986!!! Mal vi este modelo, decidi logo que tinha de ter um vestido assim.

Abril:

Vestido de Noiva – a história deste vestido dava um post só para ele!! Mas vamos resumir ao facto de a Joana me pedir para lhe fazer o vestido de noiva. Nada mais que isso: só o vestido do dia mais importante! Tremi por todos os lados mas aceitei. Ela queria uma coisa simples mas romântica e as expectativas foram cumpridas.

Maio:

Calções ganga – todos os anos tenho feito uns calções para o verão. Este ano decidi fazer estes um pouco fora do vulgar

Macacão de criança – a Bruna queria um macacão e o seu desejo foi realizado. Realmente é muito fácil fazer uma criança feliz.

Top com folho peplum – gostei tanto deste modelo que fiz outro em cor-de-rosa.

 

Junho:

Roupa das Marchas – o convite para fazer as roupas das marchas do S.Pedro foi muito inesperado, mas aceite com muita garra e vontade! Deu trabalho? Deu, sim senhora, mas foi dos projetos que mais me fez crescer neste mundo das costuras. Deixo aqui novamente o meu agradecimento a toda a equipa da organização.

Julho:

Top com folho drapeado – este modelo é todo cortado no viés e por isso pode parecer fácil, mas a sua construção ainda tem o seu quê de complicada. Queria muito experimentar fazer uma peça no viés e realmente o caimento do tecido é muito bonito.

Vestido – depois de fazer o vestido de noiva só queria fazer um igual para mim. Mas não podia fazer um totalmente igual, então decidi alterar a saia e parece logo outro.

Agosto:

Vestido Criança – adoro costurar para crianças e ver como ficam fofinhas com elas. Este vestido foi uma prenda de baptizado.

Setembro:

Bibe – quem acompanha o blog desde o inicio já ouviu falar muito deste bibe. Usamos muitas técnicas de costura diferentes e a construção do bibe foi toda explicada aqui no blog. Foi uma peça que me deu muito prazer fazer, principalmente por ser para um menino tão querido.

Outubro:

Saia godê rosa – mais um modelo bem explicado aqui no blog. Temos o passo-a-passo completo para fazerem uma saia godê igual

Novembro:

Casaco Estilo Chanel – um grande desafio que adorei fazer. Quentinho que só ele e ainda por cima é lindo.

Vestido com mangas godê – já mostrei algumas técnicas de costura usadas para fazer este vestido (bainha tipo lenço e como forrar um vestido), mas ainda não tinha mostrado o resultado final. A verdade é que ainda não tive oportunidade de o usar, mas no manequim já dá para terem uma ideia de como é lindo

Saia – fiz esta saia para tentar fugir um pouco à minha zona de conforto que são as calças. Gostei do resultado mas ainda não a usei também

Dezembro:

Saias Frozen – presentes lindos para duas manas lindas. Vão ficar um máximo

Casaco de Cetim: diferente do que estamos habituados a ver, este casaco de cetim não é para qualquer pessoa. Ofereci-o a uma das minhas cunhadas, neste Natal

Culottes: gosto muito de andar de calças e por incrível que pareça, é das peças que menos faço. Já está traçado o objetivo para 2018: costurar mais calças e evitar andar sempre de calças de ganga. Estas foram a minha prenda de Natal, de mim para mim.

De todas estas peças, admito que a que mais me deu gosto e honra fazer foi o vestido de noiva da minha querida Joana. Não há palavras para explicar a emoção que é fazer uma peça destas, que apesar de simples, tem muita importância. Obrigada mais uma vez.

E vocês, o que andaram a inventar de costurices este ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.